planejamento de redes sociais

3 passos para fazer um bom planejamento de redes sociais

As redes sociais são incríveis por possibilitarem o posicionamento de uma marca como autoridade em seu nicho de atuação. A saber, no Brasil existem pelo menos 130 milhões de pessoas usando alguma rede social. Porém, para conseguir um lugar ao sol, é preciso ter uma presença consistente e estrategicamente pensada para cada canal. Nesse sentido, é indispensável fazer um bom planejamento para redes sociais.

Acima de tudo, é através das postagens, com conteúdos relevantes e voltados para a persona, que uma marca atrai pessoas, aumenta sua autoridade e gera novos negócios.

Quer saber como fazer um planejamento de redes sociais eficiente? Neste artigo, listamos três passo para você melhorar sua participação online e alcançar resultados tangíveis para a sua marca. Confira, abaixo.

1. Estabeleça objetivos

A princípio, para um bom planejamento de redes sociais é preciso estabelecer os objetivos das ações digitais da marca, pois eles ditarão todo o caminho das estratégias online.

Para isso, é necessário conhecer as necessidades e metas de marketing da empresa, como por exemplo, aumentar a visibilidade da marca, posicionar a empresa como autoridade no segmento e, até mesmo, aumentar as vendas no site.

Vale lembrar, que a análise da concorrência também é importante neste ponto. O objetivo é tentar fazer melhor e se diferenciar do que já existe.

2. Definição de estratégias

Para definir estratégias certeiras em seu planejamento de redes sociais, existem alguns pontos que precisam ser levados em consideração. E o primeiro deles é a audiência.

Primeiramente, entenda o perfil, comportamento, uso das redes sociais e demais informações pertinentes do público com o qual a marca pretende se comunicar. Clique aqui para saber como criar a persona ideal para seu negócio.

Dessa forma, é possível selecionar as melhores redes sociais para investir, dias e horários mais adequados para as postagens e qual tipo de conteúdo é mais relevante para gerar engajamento.

Por exemplo, supondo que a persona da marca é a Luana, uma mulher empreendedora do ramo de vestuário, 32 anos, usa Facebook e Instagram para trabalhar, e adora ver vídeos de moda no YouTube, em seus momentos livres, à noite.

Essas informações nos indicam:

  • Melhores canais para se comunicar com esse público: Facebook, Instagram e YouTube;
  • Melhores horários de postagem;
  • Conteúdos importantes: moda, empreendedorismo feminino e rede social.

Perceba como as estratégias são embasadas em dados e, portanto, os investimentos são otimizados e possuem mais chances de gerar resultados. O perfil da audiência também vai direcionar o tom das campanhas, estilos de postagem, melhores hashtags, entre outros.

3. Cronograma de postagens

Inegavelmente, rede social é relacionamento e, a constância, é um fator fundamental para manter a audiência engajada. Nesse sentido, estabelecer um cronograma te ajuda nesse aspecto, além de proporcionar prazos para as ações, permitindo a correta mensuração dos resultados, outro fator primordial para o planejamento de redes sociais.

Logo, crie um calendário editorial para cada rede com todas as interações descritas. Você também pode abrir uma aba de resultados para comparar dados e otimizar as ações ao final das campanhas.

Para te ajudar a gerar ainda mais resultados positivos, separamos esse artigo sobre como impulsionar suas publicações no Instagram. Confira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima