otimização de sites

Otimização de sites para buscadores: conheça 5 práticas indispensáveis

Um site é a porta de entrada para futuros clientes do seu negócio. Muito além da usabilidade e estética, ele deve ser pensado com foco total no cliente, contemplando a estratégia da sua empresa. Além de criar uma experiência única e agradável para o visitante, precisa refletir sua preocupação em facilitar o acesso de todos às informações relevantes.

A máxima “quem não é visto não é lembrado” faz todo o sentido nos meios digitais. Um site atraente e funcional pode ter sua eficiência comprometida se não for referenciado nos motores de busca. Neste artigo você conhecerá dicas de otimização de sites, para que os buscadores  indiquem seu site como autoridade no seu ramo de atuação.

Quer saber como ranquear seu site nas primeiras posições de busca? Continue a leitura!

Crie um sitemap

Quando fazemos uma pesquisa em um buscador, este utiliza “robôs” para varrer todo o conteúdo da internet. Sitemap é basicamente o mapa do seu site. Nele estão contidos os caminhos que os robôs devem percorrer. Isso tornará os processos de indexação mais eficientes.

Os sitemaps são criados manualmente, tratam-se de marcações XML, indicando uma lista de todas as páginas URLs do seu site. Mas não se preocupe, você poderá contar com diversos plugins (no Wodpress, por exemplo) que realizam essa tarefa de maneira extremamente simples.

O mais importante para otimização de sites: SEO

SEO ou otimização para mecanismos de busca é um conjunto de técnicas para otimizar blogs, sites e páginas. Essas otimizações visam alcançar bons resultados nos rankings orgânicos, resultando em tráfego e aumento de autoridade do seu site.

Esse processo de otimização se dá por algumas modificações em partes do seu site, que combinadas,melhoram a experiência do usuário e o processo de indexação nos motores de busca. Clique aqui para conhecer as principais técnicas de SEO.

Como aumentar a relevância do seu site

Sem dúvidas, o conteúdo é a parte mais importante do seu site. Sendo assim, um conteúdo interessante aumenta as chances de o site receber mais visitas e, consequentemente, mais conversões.

Além disso, outros fatores corroboram para que os buscadores “enxerguem” seu site como relevante, referenciando-o como resultado das buscas. Por exemplo, você precisa escrever o que o seu público alvo quer ler. Isso requer pesquisa sobre as dores da sua persona e público-alvo.

A arquitetura do seu site precisa estar bem estruturada. Um link quebrado, por exemplo, pode impactar nesse quesito. A presença marcante da sua empresa na mídia, divulgando seus produtos ou serviços, também contam pontos positivos quanto à relevância do seu site.

E mais: a idade do domínio também soma pontos no quesito relevância. Bem como, ter seu link inserido em sites de empresas que já têm autoridade nos motores de busca. Além disso, selos e certificados de segurança são um “plus” a mais para o ranqueamento do seu site.

Pense em um design responsivo

Um site responsivo é aquele que se adapta a qualquer tipo de resolução, sem sofrer distorções. O design responsivo identifica a largura dos dispositivos que acessam seu site, adaptando-se a eles. Num site responsivo, também há a preocupação com as dimensões das imagens, fontes e demais elementos, para que não fiquem desproporcionais quando o acesso é proveniente de um smartphone, por exemplo.

Os algorítimos do Google conseguem detectar se seu site é responsivo, principalmente quando a busca é realizada através de dispositivos móveis. Desta maneira, o buscador dá preferência a sites com essa característica, aumentando o tráfego orgânico naturalmente.

Otimização de sites e a velocidade de carregamento

A grande maioria dos usuários, ao se depararem com sites que demoram a carregar, desistem de continuar esperando e testam o próximo link. Desta maneira, há muitos anos o Google avalia a velocidade de carregamento do sites, como fator de classificação nos resultados das buscas.

Opte por contratar uma hospedagem dedicada para seu site, com servidor exclusivo. A hospedagem compartilhada pode usar milhares de sites hospedados num único servidor, impactando na velocidade de carregamento de todos eles.

Além disso, comprima arquivos e imagens o máximo que puder mantendo a mesma qualidade. Revise os scripts, concentrando-os em um único arquivo. Tome cuidado com widgets como previsão do tempo e com a publicidade excessiva. É possível encontrar no Google ferramentas gratuitas que fazem um diagnóstico do desempenho do seu site.

Gostou de saber mais sobre otimização de sites? Assine nossa newsletter e receba conteúdos semanais sobre marketing digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *