Conheça 12 estratégias para gerar leads com seu blog

12 estratégias para gerar leads com seu blog

Muitos especialistas em inbound marketing ressaltam o valor e a importância de se criar um blog, pois através dele são elaborados conteúdos qualitativos e estratégicos que buscam gerar leads e negócios a curto e longo prazo. 

Nesse artigo separamos 12 estratégias que podem ser usadas para gerar leads com seu site/blog, transformando-o em uma máquina de leads. Acompanhe!

Por que é importante criar um blog?

Há muito tempo atrás, o blog era uma simples ferramenta para usuários comuns postar o que quiser, e não com o propósito de gerar negócios.

Com o surgimento do marketing de conteúdo, os profissionais de marketing perceberam uma excelente oportunidade para atrair potenciais clientes através de conteúdos que dialogassem com pessoas interessadas por determinadas marcas.

De acordo com uma pesquisa da Rock Content, mais de 71% das empresas atualmente adotam o blog para se comunicar com potenciais clientes.

A importância do blog nas estratégias digitais

Embora o inbound marketing e o marketing de conteúdo estejam ganhando espaço, as empresas estão progressivamente adotando os meios digitais para se comunicar diretamente com o consumidor, isso por conta da existência de métricas capazes de mensurar quais tipos de pessoas estão qualificadas a fazer negócios com você, e as que simplesmente são impactadas pelos conteúdos.

A seguir verás como um visitante pode se tornar valioso para o seu negócio, com táticas que nem todos os profissionais da área utilizam frequentemente.

12 estratégias para gerar leads com o seu blog

Nesse tópico separamos 12 estratégias/dicas úteis que você pode usar para gerar leads em larga escala no seu blog. Veja a seguir:

1. Produza uma peça de conteúdo excelente

Criar um conteúdo excelente significa desenvolver algo criativo, relevante e único, desde um simples conteúdo textual a um audiovisual.

Alguns materiais podem funcionar mais do que outros, portanto, é importante fazer testes diversificados, até encontrar um ponto de equilíbrio com a produção de conteúdo.

2. Assinar sua newsletter

Recomendar a assinatura de newsletter ainda é uma boa prática. Ao fazer o visitante assinar seus conteúdos, ele passará a recebê-los semanalmente. Normalmente ele aparece na barra lateral ou no rodapé do site. Nós da GDD colocamos na lateral direita do blog:

Newsletter GDD
Newsletter da Geração de Demanda (GDD)

3. Pop-ups

Um pop-up nada mais é do que aquela mensagem que aparece aleatoriamente quando você está navegando pelo site.

Muitos reclamam pois afirmam que atrapalha na usabilidade do usuário, enquanto outros enxergam oportunidades para gerar leads.

Aqui na GDD fazemos uso de pop-ups quando o usuário permanece algum tempo em navegação na página:

Pop-up GDD
Exemplo de um pop-up da Geração de Demanda (GDD)

4. Uso de banners e sidebars

Normalmente o banner remete a algo negativo, pois assim como o pop-up, muita gente acha que atrapalha ao invés de ajudar.

Mas o banner nesse caso não é para vender espaço para terceiros, mas sim para induzir o usuário clicar e ser direcionado para outros conteúdos dentro do seu blog. Eles podem ser inseridos tanto dentro do artigo quanto na home do site.

Esse exemplo da Resultados Digitais explora tanto os banners verticais quanto os horizontais (sidebar) ao final da página:

Banners Resultados Digitais
Exemplo de banner e sidebar da RD (Resultados Digitais)

5. Abuse de CTAs (Calls-To-Action)

Um CTA nada mais é do que uma chamada para a ação. Normalmente ela é usada para direcionar o usuário a tomar uma ação dentro da página. Os CTAs estão presentes no final do artigo, e podem ser usadas como “baixe agora”, “deixe um comentário”, “assine nossa página”, etc

6. Linkbuilding interno

Um linkbuilding representa um redirecionamento para outra página ou outro conteúdo no decorrer do texto.

O linkbuilding interno é uma linkagem para o próprio conteúdo do site, induzindo o usuário interagir com outras fontes, sem necessariamente sair do seu site/blog.

Normalmente ele estará inserido dessa forma, despertando a curiosidade do leitor em clicar para ver o que está presente na outra página. Se usados com sabedoria, tornam-se uma excelente alternativa para gerar leads.

7. Áudio

Um conteúdo de áudio facilita no processo de educação do visitante, pois é um tipo de formato de fácil acesso para aquelas pessoas que passam a maior parte do tempo ocupadas com trabalhos e serviços domésticos. Portanto, não descarte a possibilidade de inseri-lo no seu artigo, caso seja um conteúdo massivo.

Nesse artigo sobre SEO feito pela Rock Content, o conteúdo é bastante extenso e permite ao usuário escolher entre escutar o conteúdo ou realizar a leitura do texto:

Audio SEO Rock Content
Blogpost sobre SEO da Rock Content do blog Marketing de Conteúdo

8. Videos

Conteúdos em formatos de vídeos são primordiais, pois ajudam a criar interação, além de induzir o usuário a permanecer mais tempo em navegação na página, facilitando no processo de conversão.

9. Guest post

O guest post é uma estratégia voltada para se conectar com um outro tipo de audiência com alguém do mesmo mercado que o seu, mas que ofereça produtos que se complementam.

Por exemplo, o produto da nossa agência é oferecer serviços de inbound marketing. Numa estratégia de inbound, é comum realizarmos disparos de e-mail. Nesse caso, faria sentido buscar uma empresa que trabalhe especificamente com e-mails, a exemplo do MailChimp.

Ao realizar guest post, alinhe objetivos em comum, e repartam os leads gerados para ambos os blogs.

10. Escrever resumo de um material rico

Muitos visitantes não tem paciência para ler um e-book, contudo, ao resumir esse material em um blogpost, por exemplo, a probabilidade deles se interessarem pelo material pode aumentar consideravelmente.

Você pode converter essa visita em lead disponibilizando o formato para download em PDF, solicitando nome e e-mail no momento de preencher o formulário.

11. Chatbots

Chatbots são mensagens automáticas normalmente presentes no canto inferior do site. Eles são feitos com objetivo de tirar dúvidas dos usuários em relação a determinado assunto.

No entanto, ao fazer uso do chatbot, tente torná-lo o mais pessoal possível, incluindo nome e foto. Na GDD fazemos uso de chatbots. Se você observar ele está presente no canto inferior direito da página inicial do site da agência:

Chatbot GDD
Exemplo de chatbot da Geração de Demanda (GDD)

12. Ofereça diagnóstico gratuito

Quem não gosta de receber uma avaliação totalmente gratuita de um especialista?

Ao oferecer consultorias gratuitas para avaliar as estratégias e como seus potenciais clientes pretendem alcançar seus objetivos, você consegue obter um maior número de informações.

Usando a mesma imagem anteriormente citada, percebemos que essa chamada está presente logo no início do site:

Diagnóstico GDD
Exemplo de diagnóstico gratuito da Geração de Demanda (GDD)

Estas são 12 estratégias para que você possa gerar leads com o seu blog.

É importante ressaltar que apesar delas serem úteis, devem ser avaliadas com frequência, aprimorando erros e testando novas funcionalidades de maneiras distintas.

Às vezes uma cor ou uma chamada para ação mais convidativa podem fazer toda a diferença no momento de gerar leads.

Então, gostou desse conteúdo? Achou eficiente essas estratégias? Entre em contato conosco, podemos ajudá-lo a aprimorá-las e a definir as melhores metas para o seu negócio.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *