Tipos de estratégias de e-mail marketing para gerar vendas

Trabalhar com e-mail marketing não é uma tarefa fácil. Nos deparamos com muitas regras, estratégias, métricas. Surge a dúvida se realmente a ferramenta ainda é um canal eficiente para a nutrição de leads e o quanto gera resultados significativos.

e-mail marketing

Temos uma boa notícia: o e-mail marketing ainda é uma ótima ferramenta de marketing digital. Aliás, nunca deixou de sê-lo. O grande número de rejeição com relação ao uso da ferramenta, deve-se ao fato de que as pessoas não se atentam às técnicas e estratégias em suas campanhas de e-mail marketing.

No artigo de hoje, elencaremos um conjunto de estratégias para você nunca mais errar em suas campanhas de e-mail marketing e aumentar as suas vendas. Acompanhe nossas dicas:

1. Capriche no design

Ao trabalhar com e-mail marketing, é importantíssimo manter uma identidade visual. Um design atrativo, que se comunique bem com o público alvo, certamente chamará mais atenção. Sem esquecer da chamada para ação, o “call to action”.  Reforçar o destaque para esse botão, através de cores específicas ou, isolando o mesmo. A intenção é que o botão de chamada para ação fique bem visível, de maneira que não passe despercebido em hipótese alguma.
Você precisa tornar o clique de chamada para ação irresistível, oferecendo uma troca. Seja um material rico, um e-book, um artigo específico. Ah, é importante usar frases curtas e objetivas. Nada de textos muito longos no e-mail marketing. A ideia é que a ferramenta funcione como isca para algo maior.

2. Haja com ousadia

É, isso mesmo que você leu, seja ousado! É necessário para você se diferenciar da sua concorrência! Use uma comunicação que seja a mesma do seu cliente, uma ideia que ele provavelmente ficará interessado e que poderá levá-lo a clicar em um link, entrar no seu site e conhecer sua empresa ou comprar seu produto!

3. Segmente sua base

Jamais dispare e-mails para uma base de leads sem qualquer critério. É fundamental que você segmente sua base, utilizando como critérios personas, cargos gerenciais, áreas de atuação, porte da empresa, origem do clique, etc.  Quando os e-mails são disparados para toda uma base sem critérios de segmentações, sempre haverá Leads que não estão interessados na oferta, muito menos no momento de compra apropriado para receber certos emails. É preciso observar em qual etapa do funil de vendas os clientes estão, além de estudar sua jornada de compras.

E-mails marketing enviados sem qualquer critério, não geram engajamento e, em determinados casos, os destinatários podem ficar frustrados e não dar mais atenção para as mensagens desta empresa.

4. Cuidado para não se tornar spammer

Evite emails escritos com a cor vermelha ou com características normalmente associadas a SPAM. Há alguns detalhes que podem ser seguidos para que seu e-mail não pareça indesejado.

  • O assunto deve ter cerca de 50 caracteres e evitar caixa alta;
  • Evite usar demasiadamente termos como promoção, free, clique aqui, grátis, crédito, etc;
  • Não exagere no uso de acentos gráficos (!, ?, !!!).

Há diversos outros detalhes que se caracterizam como Spam, mas seguindo esses conceitos básicos, a chance de sua oferta ir parar na caixa de spam é muito reduzida.

5. Disponibilizar conteúdos para download

O e-mail marketing é uma ferramenta ideal para compartilhamento de conteúdo. Os emails geralmente não contêm arquivos, porque o foco geralmente está nas mensagens, nas chamadas para ação e no design.
Torne seus e-mails interessantes para sua base, não apenas pelo excelente design, mas também pela utilidade. Sendo assim, seus assinantes se sentirão prestigiados e abrirão com maior frequência os e-mails que você enviar. Conteúdo relevante e segmentado é uma das mais efetivas estratégias de e-mail marketing.

Gostou das dicas? Inscreva-se em nossa newsletter para acompanhar as novidades! 

Referências:  Resultados Digitais, Mindminers

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *