4 dicas para atingir o sucesso com e-mail marketing

Muitas pessoas associam marketing digital a mídias sociais, sem fazer ideia de quantas ferramentas, conceitos e estratégias existem nesse meio – como o e-mail marketing.

Dicas para e-mail marketing

Com o tempo, algumas mídias digitais ganham mais destaque que outras. Assim como acontecia entre as mídias tradicionais, quando vinha um novo veículo de comunicação, a tendência é repercutir um cenário “apocalíptico” que decreta a morte das “antigas” ferramentas e detrimento das novidades.

Mas, como também já foi experienciado com as clássicas mass media, não é bem assim que acontece. As mídias relevantes perduram e podem ser muito bem aproveitadas, se forem devidamente compreendidas ante ao novo contexto.

Bem, o mesmo se aplica ao e-mail marketing. Não duvide de suas potencialidades! Passe a adotar boas práticas para colher excelentes resultados. Veja como…

1. Não o use o e-mail marketing como canal de vendas

Talvez este seja o principal motivo pelo qual, empresas usavam o e-mail marketing antes e, ao virem que este não dava resultado, excluíram-no do planejamento.

Imagine a seguinte situação: você está em um parque, sozinho ou acompanhado, simplesmente observando o que tem ao seu redor, quando, de repente, aparece um vendedor daqueles na sua frente. Que incômodo! Se não estiver interessado, você simplesmente recusa e segue seu caminho. Mas, e se isso acontecer diversas vezes ao longo do passeio? Você certamente deixará de visitar o parque.

O mesmo acontece com o e-mail marketing. A caixa de e-mails não é um local onde as pessoas estão predispostas a comprar. Para este objetivo, é importante ter uma estratégia muito bem delineada, que falaremos em outro post. Neste caso, que tal enviar dicas para o seu leitor de acordo com algum planejamento de segmentação, por exemplo?

Além de gerar conteúdo útil para o seu potencial cliente, você estará ganhando a confiança dele dia após dia (ou e-mail após e-mail) e fará com que, quando ele se sentir preparado, tenha a proatividade de acessar seu site para efetuar uma compra.

2. Crie uma rotina de disparos coerente

Sabendo que você deverá criar assuntos que interajam com o seu leitor, tenha em mente que você não deve fazê-lo todos os dias. Mesmo o mais atraente dos conteúdos, cansa o leitor pela frequência.

Lembre-se que o seu público-alvo provavelmente não usa o e-mail apenas socialmente, mas também para trabalho e comunicação e que, ele não deve ser inscrito apenas na sua newsletter. Monte uma estratégia:

  • Invista em títulos cativantes, que deixem o leitor curioso para abrir o e-mail e ler o conteúdo;
  • Crie uma sequência de e-mails, que faça com que o leitor fique ansioso pela chegada do próximo da série;
  • Não dê todas as informações em um único e-mail, assim, manterá o seu leitor interessado;
  • Sempre deixe um link no final para o seu site;
  • Dispare e-mails com uma frequência mínima de 8 dias entre eles.

3. Trabalhe sua lista de e-mails

Não pense que quanto mais melhor. Se tratando de e-mail marketing, a qualidade é o que importa. Jamais compre listas de e-mails ou saia simplesmente disparando sem estratégia.

Lembre-se que, mais do que meros contatos, cada um desses representa uma pessoa, o seu público potencial ou consumidor.

Uma dica é, antes mesmo de iniciar os disparos, enviar uma breve pesquisa para a sua lista de e-mails, para descobrir qual é o perfil demográfico e comportamental dela. Quem tiver que sair, sairá já nesse primeiro momento.

A partir daqui, trabalhe o público que se manteve e principalmente respondeu à pesquisa:

  • Crie grupos de e-mails de acordo com o perfil das pessoas, caso estas sejam muito heterogêneas;
  • Verifique se este grupo de pessoas é o público-alvo de vendas das sua empresa;
  • Caso positivo, crie conteúdos relevantes que vão de encontro aos grupos de perfis das pessoas.

Porém, jamais se esqueça de continuar prospectando e-mails. Em feiras, eventos ou até mesmo através das suas redes sociais ou vendas: sempre peça o contato online do seu novo cliente ou potencial.

4. Encontre um escritório de Inbound Marketing

Tão importante como as dicas acima é saber mensurar os resultados e impactos que o e-mail marketing está causando em seus leitores.

Este é um dos papéis de um escritório de Inbound Marketing. Essas empresas costumam ter ferramentas de automação de marketing que, mensuram desde a quantidade de cliques, até a taxa de abertura dos e-mails disparados, para verificar o funcionamento da estratégia e, se for o caso, melhorá-la.

Além disso, existem diversas empresas que estudam e geram conteúdo de valor para a sua empresa, de acordo com o seu público-alvo.

Gostou das dicas? Então, saiba mais em nossa newsletter semanal. É só se inscrever e acompanhar as novidades!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *